Canal 100 volta digitalizado: ídolos da história do futebol

canal-100-volta-close

Boa notícia para os amantes do Futebol: o Canal 100, que passou nas maiores salas de cinema do Brasil de 1959 a 1986, vai voltar. E o melhor: digitalizado!

A Petrobras patrocinou a digitalização e a restauração de imagens de grandes lances da história do futebol brasileiro exibidos no cinejornal Canal 100.

As imagens, registradas em película de 18 e 35mm, com depoimentos atuais, viraram dez documentários de  22 minutos.

Eles serão exibidos nos canais ESPN de 25 a 29 de abril.

Na ESPN Brasil os filmes serão exibidos após o SportsCenter 3ª edição, na ESPN a partir das 19h e no ESPN + a partir das 13h30 no dia seguinte.

Bastidores

Foram mais de dois anos de pesquisas e três de produção que culminaram na captação de depoimentos de 20 ídolos do esporte. Entre eles, Rivellino, Carlos Alberto Torres, Jairzinho, Tostão, Falcão, Zico e muitos outros.

Pelé ganhou uma homenagem especial, um filme que conta a espera pelo milésimo gol do jogador com testemunhos que revelam curiosidades sobre esse marco do futebol brasileiro.

Os pilotos do automobilismo Wilson e Emerson Fittipaldi também participam dos documentários, em cenas e depoimentos sobre circuitos de rua realizados no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Entre os documentários estão “Reviva a Espera do Milésimo”, sobre toda a expectativa em torno do milésimo gol de Pelé; “Reviva o Fla Flu Épico”, sobre o famoso jogo entre Flamengo e Fluminense que, em 1963, reuniu o maior público da história do futebol no Brasil (177 mil pagantes), e “Reviva as Feras do Saldanha”, sobre o time de ases montado pelo ex-jogador do Botafogo, técnico da seleção brasileira, escritor e jornalista João Saldanha, para disputar a Copa do Mundo de 1970.

O time incluía Carlos Alberto Torres, Djalma Dias, Joel, Rildo, Piazza, Gerson, Jairzinho, Tostão, Pelé e Edu.

“Um acervo cinematográfico de tal relevância para o esporte brasileiro precisa ser acessível à população. A Petrobras tem tudo a ver com esse projeto que resgata uma época de ouro do esporte no Brasil e seus heróis, verdadeiro patrimônio nacional, e o devolve aos brasileiros. Além disso, como patrocinadora da cultura no país, tem a oportunidade de garantir e disseminar o acesso a esses acervos riquíssimos, tão representativos da identidade do nosso povo”, diz o gerente setorial de Patrocínio Cultural da Petrobras, Luis Fernando Lima de Brito.

Outras mídias

Depois da exibição nos canais ESPN, os documentários – idealizados por Alexandre Niemeyer, filho do criador do Canal 100, Carlos Niemeyer, e desenvolvidos pela empresa Ovo em Pé – vão passar em outras mídias.

A ideia é apresentá-los nos cinemas, antes dos filmes em cartaz, e em monitores colocados em locais ao ar livre; em pontos de venda, como lojas e shopping centers.

Com informações da Petrobras

Compartilhar...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+